[Resenha] O Diário de M.H.


SINOPSE

Não leia isso, não é o que você pensa. Mas, se for ignorar meu aviso, vai saber exatamente no que está se metendo. Não diga que não avisei. É impossível descrever todos os tempos ancestrais que caminham conosco por essas ruas, envoltos por ilusões, eles acobertam sua perversidade no anonimato. Amor perdido, o câncer que se instala no peito de um andarilho noturno, escondendo seu coração do que parece real. No escuro, obcecados por desejos vazios, pinturas de pesadelos são trocadas por monstros mortíferos de formas originais estarrecedoras. Bairros dançam a céu aberto, sussurrando promessas de sonhos exóticos contaminando suas vítimas com delírios noturnos repletos de amor e paixão. Um estranho em uma cidade estranha.

Resenha

O Diário de M.H. é um livro de Terror do autor Thalles Paraíso publicado pela editora Novo Século em 2016.
Não leia isso, não é o que você pensa. Mas, se for ignorar meu aviso, vai saber exatamente no que está se metendo. Não diga que não avisei.
E se eu te dissesse que história de terror são reais e que ninguém está seguro pois o mal existe... Em o diário de M.H. conheçemos Malcolm Hammet um cara velho e alcoólatra que narra em seu diário suas lutas diárias com forças sobrenaturais.
Malcolm tem uma agência onde ele mesmo lutar com o forças sobrenaturais e é contratado para resgatar a jovem Jackie Heart depois de resgatar ela de um cativeiro eles passam a conviver juntos enquanto Malcolm não resolve o problema da garota. Eu gostei muito dos personagens e da forma como são bem parecidos, uma história de terror com uma pitada de comédia . É uma história envolvente mais tem parte do livro que é um pouco chatinha mais é só nas primeiras páginas depois a história vai ficando interessante. Não gostei muito da diagramação pois as letras são um pouco pequenas. Adorei as ilustrações que o livro tem em algumas partes o que deixa a história bem legal. Malcolm Hammet é cheio de defeitos e incertezas, mas está buscando uma forma de melhorar achei isso interessante, assim como Malcolm também temos defeitos e incertezas e estamos sempre lutando com os demônios dentro de nós mesmos, estamos sempre buscando ser uma pessoa melhor. Enfim é um livro que recomendo a leitura e que nos faz refletir um pouco em nossas atitudes.
O livro tem 382 páginas (amarelas) e é dividido não por capítulo mas por datas e tem linhas deixando ele parecido com um diário mesmo. E a capa é linda.
Dou 4 estrelas e agradeço ao autor pela oportunidade de ter lido sua obra.


Um pouco sobre o autor Thalles Paraiso:

“Sobriamente encantador”. Ouvi isso sobre mim uma vez. Nasci em 1982, em Volta Redonda, RJ. Comecei a beber aos trezes anos de idade, dando início a uma carreira precoce como um bêbado. Perdido sobre o que queria ser na vida, me graduei em Design Gráfico, curso que possibilitava alguma liberdade criativa. Aos vinte três anos, infeliz com quem eu era e com o que fazia, decidi ser uma versão melhor de mim. Parei de beber, perdi peso e comecei a estudar. Encontrei em meu computador antigo um texto intitulado “Odeio quinta-feira”. Uma nova bússola surgiu e continuei a estudar e escrever. Consegui um cargo publico e me mudei da pacata Volta Redonda para a gigantesca e insana São Paulo. Terminei de escrever meu primeiro romance. Agora restam apenas 27 anos de histórias acumuladas para serem escritas. Hoje, somente uma bússola me guia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário